Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Provas de Mestrado em Educação, Área de Especialização em Formação, Trabalho e Recursos Humanos Voltar

quarta-feira, 26/06/2024    Instituto de Educação da Universidade do Minho
Realizam-se no dia 26 de junho de 2024, às 14h30, na sala 0.40 do IE, as provas de Mestrado em Educação, Área de Especialização em Formação, Trabalho e Recursos Humanos, requeridas por Ana Clara Castro Fernandes.
Título do Relatório de Estágio: “Educação e Empreendedorismo: Um Estudo de Caso centrado nas perceções dos participantes num processo formativo”
Composição do Júri:
Presidente: Doutora Maria José Manso Casa Nova, Professora Auxiliar do Instituto de Educação da Universidade do Minho.

Vogais: Doutor José Augusto Branco Palhares, Professor Auxiliar do Instituto de Educação da Universidade do Minho;

Doutor Guilherme Rego da Silva, Professor Auxiliar do Instituto de Educação da Universidade do Minho.

Resumo do Relatório de Estágio: À busca de novas oportunidades por meio de criatividade e de inovação, à capacidade de fazer algo novo e diferente no contexto de um mercado de trabalho cada vez mais complexo e para a sociedade, chamamos de empreendedorismo. Este conceito tem vindo, cada vez mais, a conquistar terreno no que concerne ao tecido empresarial português e muitos especialistas procuram traçar o perfil do que deve ser um bom empreendedor. A formação, dizem alguns e acreditam em outros, constitui uma ferramenta (instrumento) imprescindível para o sucesso e crescimento organizacional, quer por permitir o desenvolvimento de novas competências quer pelo aprimoramento de competências adquiridas a priori. Neste sentido, é normal que as entidades de consultoria e de formação caiam na tentação de desenhar ações de formação que pretendem fomentar o espírito empreendedor, seja para o seu público específico ou para novos públicos.
Compreendemos a escola como um importante agente educativo e socializador, na qual não só se transmitem conhecimentos teóricos, mas também se desenvolve todo um trabalho orientado para a construção do caráter, sobretudo, nas crianças. Este estudo foca-se num contexto de formação em meio escolar que busca potenciar, nas crianças e jovens, o desenvolvimento de diversas competências pessoais e profissionais e ainda construir aquilo que podemos designar por uma ‘cultura empreendedora’.
O presente relatório de estágio procura responder à seguinte questão, através da análise das perceções dos participantes num processo formativo: o que pensam os participantes no projeto de formação (professores e alunos) sobre o mesmo? Para dar resposta a esta questão foram analisadas as perceções dos participantes que há mais tempo são objeto do trabalho formativo em análise, de acordo com as respostas dos mesmos às entrevistas realizadas, culminando com as respostas obtidas nos inquéritos por questionário e numa observação direta ao contexto em estudo. Os resultados permitem-nos concluir que apesar de, no geral, apesar de as perceções serem positivas, ainda existem algumas questões que suscitam problemas.

Palavras-chave: Educação; Empreendedorismo; Formação; Perceções.
Mestrado em Educação
Tel: +351 253601392
e-mail: sec-me-pf@ie.uminho.pt

Conselho Pedagógico
Tel: +351 253 601287
e-mail: cpedagogico@ie.uminho.pt
Logo
Logo