Apoio Secretariado

Celeste Ferreira | Tel. +351 253 60 12 80
e-mail: sec-mec-ac@ie.uminho.pt  | Tel. 253 60 12 80

Candidaturas - PRAZOS​
Prazo de candidatura 
24 de maio a 3 de junho de 2024
​Divulgação dos resultados (Portal Académico)
17 de junho de 2024
​Prazos de Matrícula 
21 a 27 de junho de 2024
​Inscrição (plano de estudos e UC opcionais)
2 a 4 de setembro de 2024

Todas as candidaturas a Mestrado serão realizadas on-line através do >>>>>> Porta​l Académico


Propinas | 2024 - 2025
Estudante Nacional
​Estudante (Países da CPLP)
​Estudante (outros países)
​1.500,00 €
​​1.875,00 €
​4.500,00€


 Mestrado em Estudos da Criança

2024/2025

Geral


Grau Académico:
  • Mestre
ECTS:
120
Duração:
4 semestres letivos
Regime:
Diurno
Local:
Campus de Gualtar, Braga (UM)
Área científica predominante:
  • Estudos da Criança

Contactos


    Instituto de Educação
    Campus de Gualtar
    4710-057 Braga

    Tel: +351 253604240 Fax: +351 253604659
    E-Mail: cpedagogico@ie.uminho.pt
    URL: http://www.ie.uminho.pt

Descrição


- Promover o desenvolvimento da investigação avançada sobre a infância como categoria social e sobre os mundos sociais, culturais e individuais das crianças.
- Formar investigadores em Estudos da Criança capazes de contribuir, nos planos da docência no ensino superior, da intervenção psicoeducativa e social, e de outras áreas de ação profissional qualificada, para o desenvolvimento do conhecimento sobre a infância em Portugal e para a promoção do bem-estar social e individual das crianças.
- Criar as condições de melhoria da intervenção qualificada junto das crianças, nos planos nacional, local e institucional, nos domínios da promoção dos direitos, da intervenção familiar, da proteção face ao risco e ao perigo, da saúde, da educação e da política social.
- Consolidar o campo científico dos Estudos da Criança, enquanto área inovadora de estudo multidisciplinar das crianças e da infância.
- Contribuir para a concretização, nos planos do conhecimento e da formação avançada, para a concretização da Estratégia Nacional para os Direitos da Criança.

Resultados de aprendizagem


Os estudantes alunos deverão ser capazes de:
1. Mobilizar os saberes multi e interdisciplinares pertinentes, formular os quadros teóricos e as categorias interpretativas específicas e aplicar as orientações metodológicas mais apropriadas, para compreender como a sociedade constrói os mundos sociais em que as crianças vivem e como estas estabelecem as suas identidades sociais e as suas culturas próprias;
2. Identificar os contributos investigativos mais importantes que, no plano nacional e internacional, têm sido realizados no âmbito dos estudos da criança;
3. Promover trabalho interdisciplinar em equipas multiprofissionais, que lidam com crianças, qualificar a sua ação, mobilizando sempre o conhecimento científico e as boas-práticas profissionais assentes na cultura de valorização dos direitos de igualdade, representação e participação;
4. Conhecer as condições de realização da intervenção educativa e social em contexto institucional, dispondo para tanto de conhecimentos, ferramentas cognitivas e instrumentos metodológicos que lhes permitam exercer funções institucionalmente enquadradas nos direitos das crianças;
5. Evidenciar uma forte vinculação a princípios éticos e deontológicos de trabalho com crianças.

Acesso a estudos superiores


O Mestrado em Estudos da Criança está particularmente habilitado para permitir o acesso ao Doutoramento em Estudos da Criança, além de outras formações doutorais possíveis, tais como doutoramentos em Ciências da Educação, Psicologia, Sociologia, Serviço Social, etc.

Saídas profissionais


O Mestrado em Estudos da Criança permite qualificar (e tem-no feito ao longo dos anos) detentores de qualificações profissionais diversificadas (designadamente, educadores sociais, psicólogos, sociólogos, assistentes sociais, educadores, etc.) para o desempenho de funções técnicas especializadas nos diferentes setores e serviços de apoio à criança e às famílias, em instituições públicas e privadas abrangendo a multiplicidade de iniciativas, modalidades e níveis de intervenção, nomeadamente nos Serviços Educativos, Unidades de Saúde Familiar e Unidades de Cuidados Comunitários, nas áreas da infância e juventude de Câmaras Municipais, IPSS, como no âmbito da ação social e proteção, designadamente no contexto do Rendimento Social de Inserção, da Luta contra a Pobreza (especialmente contra a Pobreza Infantil), nos Serviços de Apoio e Acompanhamento Social (SAAS), Centros de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP), Acolhimento Residencial e Acolhimento Familiar de Crianças, no apoio ao trabalho das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e na assessoria aos Tribunais de Família, designadamente nas EMAT, entre outras.

Acesso


25

Vagas

15

Mínimo

Formas de acesso


O acesso a este ciclo de estudos processa-se mediante apresentação de candidatura em:
https://alunos.uminho.pt/PT/candidatos/Mestrados/Paginas/default.aspx

Esta informação não dispensa a consulta do Regulamento Académico da Universidade do Minho e outros documentos oficiais.

A linguagem do curso é o Português.

Pré-requisitos formais


Podem aceder ao Mestrado em Estudos da Criança (MEC) candidatos que possuam licenciatura em qualquer área científica e que sejam detentores de um currículo científico, profissional ou académico adequado à ação psicoeducativa e social com crianças e famílias. 

O ingresso é concretizado, depois da seriação dos candidatos, numa grelha de classificação que contém os seguintes indicadores: classificação académica (adequação e nota), produção científica; experiência de trabalho com crianças, experiência de gestão em organizações para crianças; direção ou participação em projetos orientadas para a infância, outros elementos relevantes.

Informação Adiccional


Plano de Estudos


Avaliação/Acreditação


Estado de acreditação pela A3ES:
Acreditado
Data de publicação da decisão:
10-01-2022
Relatório submetido para A3ES:
Número de Registo:
R/A-Ef 2515/2011/AL03
Data de Registo:
20-05-2022
Validade:
30-07-2027




Oferta de Unidades Curriculares opcionais em 2024-2025

Mestrado em Estudos da Criança

Nota: As Unidades Curriculares Opcionais funcionarão com um número mínimo de 15 estudantes inscritos.

Plano de Estudos aprovado pelo Despacho RT/C-60/2022

OpçãoDesignação UCSemestreUOIE/DepartamentoNúmero de Horas da UC
Opção 1Administração de Organizações de Proteção da Infância
S2IE|DCSE45
Contextos de Intervenção Educativa para a InfânciaS2IE|DEILDS45
Opção 2Jogo da Criança e Espaços LúdicosS2IE|DTEEAF30
Promoção da Saúde InfantilS2IE|DEILDS30